Qual tipo de inteligência é a sua? Existem várias, você sabia?

Você sabia que existem diferentes tipos de inteligência? Alias, o que você pensa que é inteligência? Pode ter quem diga que é a capacidade de aprender rápido e se sair bem nas avaliações que tiver que fazer. Não está errado, mas também não é só isso, algumas pessoas podem, por exemplo, não se sair tão bem assim em exames, mas ter uma facilidade incrível, de fazer amizades e se relacionar com os outros, isso é chamado de inteligência interpessoal; outros podem ter um incrível capacidade em aprender, compor e apreciar o que se refere a música, o que é mais chamado, normalmente de dom, isso é chamado de inteligência musical; há quem consiga acessar muito bem seus sentimentos, consegue identificá-los, e lidar com eles, ou seja agir de maneira adequada, para solucionar problemas pessoais, a pessoa tem uma visão correta de si mesma, e consegue usar isso de uma maneira eficiente, não dificultando a própria vida, é a chamada inteligência intrapessoal; tem gente que tem curiosidade e facilidade em identificar sons, significados de palavras, sabe se comunicar bem, consegue estimular, motivar, convencer, agradar os outros e consegue comunicar muito bem seus pensamentos, essa é a inteligência lingüística. Há outras, que vou falar abaixo.

Inteligência lógico-matemática – uma facilidade em identificar padrões, ordem e sistematização. Possui a habilidade para explorar relações, categorias e padrões; lida bem com séries de raciocínios, reconhece problemas e os resolve. Dá pra isso quando desde pequenas, algumas crianças, já tem muita facilidade em cálculos, e em começar a organizar seu raciocínio.

Inteligência espacial – Gardner, que é o autor dessa teoria, descreve a inteligência espacial como a é capacidade de perceber o mundo visual e espacial de forma precisa. É a habilidade para manipular formas ou objetos mentalmente e, a partir das percepções iniciais, criar tensão, equilíbrio e composição, numa representação visual ou espacial. Vemos isso em: artistas plásticos,arquitetos e engenheiros. Se você vê que seu filho( a) tem facilidade em montar quebra-cabeças e outros jogos espaciais e boa percepção de outras situações visuais é possível que ele tenha essa aptidão.

Inteligência cinestésica – é a habilidade de usar o corpo, não pense besteira, deixa eu explicar: consegue-se usar coordenação grossa ou fina em esportes, artes cênicas ou plásticas, pode controlar bem os movimentos do corpo e manipula bem os objetos, ou seja, uma pessoa estabanada precisaria trabalhar um pouquinho mais isso..rs

image
Mais tarde, foi acrescentado a inteligências natural (reconhecer e classificar espécies da natureza) e existencial (pensar sobre questões fundamentais da vida humana) e sugeriu o agrupamento da interpessoal e da intrapessoal numa só.
Na verdade para o autor dessa teoria, “a inteligência é a capacidade de solucionar problemas ou elaborar produtos que são importantes em um determinado ambiente ou comunidade cultural.”

As pessoas tem uma facilidade maior para diferentes funções, Albert Einstein que se destacou por sua aptidão lógico-matemática, não ficou conhecido por outros ” talentos” tão grandes como este, pelo que li em alguns lugares ele tinha inclusive dislexia. Não que a gente tenha nascido para fazer algo específico e por isso em todas as outras coisas fracassaremos, muito pelo contrário, podemos e devemos estimular todos os nossos potenciais ( principalmente em crianças), e temos vários, quando mais os utilizarmos melhor elas ficarão. E sobre a aquilo que não temos muita habilidades é preciso investir um pouco mais de energia, por exemplo, não porque desde de pequeno você percebe que seu filho tem dificuldade em se relacionar, que você vai deixar isso de lado e falar para as pessoas que ele é tímido escondendo ele atrás de você, claro que é preciso respeitar a individualidade dele, mas ensiná-lo a cumprimentar as pessoas quando ele chega nos lugares não chega a ser uma agressão, muito pelo contrário, isso será muito útil futuramente, pois sabemos que isso faz parte de uma conduta que esperamos de adolescentes, jovens e adultos; ele pode não se tornar a pessoa mais extrovertida e comunicativa( já que isso não faz parte dele), mas também não será aquele ” bicho do mato”, expressão usada por aí.

Além dessas inteligencias colocadas como diferentes estão na verdade relacionadas, eu particularmente, não consigo imaginar uma pessoa que tem facilidade em se relacionar( inteligência interpessoal) e que ao mesmo tempo tenha dificuldade dificuldade em se expressar de maneira correta e agradável ( inteligência lingüística).

Karine Lopes
Tel:(21)9432-6323

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.